Home » destaque » STU entrou com ação no ano passado para questionar corte de GR

STU entrou com ação no ano passado para questionar corte de GR

No dia 7 de dezembro o STU entrou com ação e pedido de liminar na Justiça para garantir aos trabalhadores celetista e estatutário o direito de continuar recebendo as gratificações pagas pela Universidade.

O Consu (Conselho Universitário), de 26 de setembro, aprovou o corte linear de 30% nos valores de todas as gratificações não incorporadas. E desde que essa proposta foi aprovada o sindicato tem defendido sua revogação pela necessidade de assegurar a remuneração dos funcionários.

O STU aproveitou também para solicitar à DGRH a listagem de funcionários que sofreram cortes em seus vencimentos, mas o documento foi negado pela Universidade. A intenção é de se antecipar a um possível pedido da Justiça de ter acesso aos nomes e valores e também atestar o volume de funcionários com redução salarial.

O STU tem lutado para que propostas que retiram direitos ou avançam ainda mais sobre o ganho salarial dos trabalhadores não passem na Unicamp, mas é preciso nos mantermos unidos na defesa dos nossos direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *